Justiça concede habeas corpus para Jayme Rincón, que será solto nesta sexta

A Justiça mandou soltar, por volta das 19 horas desta sexta-feira, o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincon. Jayme foi preso na operação Cash Delivery por suposto recebimento de propina. Ele estava na sede da Polícia Federal. 

Além de Jayme, outras quatro pessoas foram presas. Mas só restavam presos ele e o policial militar Márcio Garcia Moura, que é motorista do presidente da Agetop. Este dinheiro, segundo as investigações, era da Odebrecht. 

O filho de Jayme, Rodrigo Rincon, foi preso também. A sua libertação aconteceu na noite de quinta-feira.