Exclusivo: Governo corta combustível para viaturas da Polícia Civil. Veja detalhes

Mais uma informação exclusiva do Goiás 24 Horas.

Memorando assinado por Eraldo José Augusco, gerente de Gestão e Finanças da Secretaria de Segurança Pública, que circulou no dia 30 de outubro deste ano corta drasticamente o combustível à disposição das viaturas da Polícia Civil de Goiás. 

O memorando determina:

– corte de 40% no combustível para cada Delegacia Regional, Delegacia Especializada, Gabinete do Delegado Federal, Grupo Tático 3, Superintendência de Polícia Judiciária, Gerência de Gestão e Finanças, Escola Superior da Polícia Civil, Gerência de Operações de Inteligência, Supervisão da Polícia Civil, Grupo Especial de Apoio Forense, Gerência de Correições e Disciplina e Instituto de Identificação. 

– Cotas extras, já considerando o corte de quantitativo, só serão concedidas para viaturas de uso exclusivamente operacional, após análise de solicitação, formal e justificada, pela Gerência de Gestão e Finanças, Superintendência da Polícia Judiciária ou Delegacia Geral.

– Corte de 27% na cota mensal das pastas administrativas (valor atual de R$ 650 passará para R$ 480).

– Corte de 9% na cota das unidades operacionais (valor atual de R$ 650 passará para R$ 600). 

– Viaturas de uso operacional que requerem cota mensal com qualquer valor acima de R$ 1 mil terá redução com cota fixa no valor de R$ 900.