Dona Iris, setentona, diz em discurso sentir-se como uma jovem de 18 anos

Depois de completar 70 anos no último dia 5, a deputada federal d. Iris Araújo passou a referir-se com insistência à sua idade: ora declara-se confortada por estar mais velha e experiente, ora argumenta que as rugas no rosto foram conquistadas com muito trabalho e agora inova declarando-se sentir-se como “uma jovem de 18 anos”.

Em discurso na posse como presidente (ou presidenta) da Fundação Ulysses Guimarães,órgão teoricamente destinado a produzir estudos e pesquisas para o PMDB, mas que nunca mostrou serviço em Goiás, dona Iris conclamou o partido a partir para o ataque contra o governador Marconi Perillo. Foi aí que emendou: “Para isso, sinto-me como uma jovem de 18 anos”.

O presidente do PMDB, Samuel Belchior, presente na reunião, meio que contraditou d. Iris, dizendo, também em discurso, que só criticar e atacar não resolve: “Precisamos de propostas para apresentar à população e tem de ser rápido”, afirmou, reconhecendo que o partido carece de um projeto para Goiás.