Ao lado de Caiado, Bolsonaro grava vídeo chocho e sem promessa de parceria com Goiás

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) gravou um vídeo chocho, genérico e sem nenhuma proposta de parceria futura para Goiás, ao lado do senador e governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) em Brasília, nesta quarta-feira, 7. Nos 45 segundos da mensagem, Bolsonaro fez seu proselitismo eleitoral habitual e evitou falar em parcerias para a futura administração.

Na postagem do vídeo em suas redes sociais, Caiado afirma que ele e Bolsonaro “tratamos de ações em áreas como saúde, educação, segurança, agricultura e meio ambiente” e que “as portas estão abertas para o nosso Estado”. Mas, no vídeo, o presidente eleito se restringe a agradecer os votos dos goianos e citar a decisão, já propagada à exaustão pela imprensa nacional, que recuou de decisão de unificar os ministérios de Agricultura e do Meio Ambiente.

Não é a primeira vez que Caiado vai atrás de Bolsonaro para beijar a mão do presidente eleito e tentar arrancar promessas de liberação de recursos federais para o Estado. Como da vez anterior, no Rio de Janeiro, Bolsonaro saiu pela tangente, porque, como todos sabemos, tem problemas demais para resolver em seu futuro governo.