Supersecretaria de Economia vai deixar Caiado refém da visão fiscalista. Superpastas normalmente são usinas de ineficiência

Ronaldo Caiado está copiando Bolsonaro na criação da supersecretaria da Economia, concentrando poderes excepcionais nas mãos de Cristiane Schmidt. As experiências neste sentido que temos no Brasil são ruins. O exemplo clássico foi Collor com a Zélia Cardoso. Não se tem notícia de nenhuma experiência em governos estaduais.

Dar supoderes a uma secretaria apenas é ruim para o governador. Ele fica limitado e refém
da posição de uma pessoa só. Perde o equilíbrio necessário entre a pasta da Fazenda que tem uma visão limitada e somente de fluxo de caixa e o Planejamento que costuma ter uma visão mais ampla de estado e de Governo.

Outra coisa: estes gigantismos , super pastas, tradicionalmente são usinas de ineficiência.

O próprio Caiado falou isso ao justificar criação de pastas fundidas pelo atual governo.
Ou seja: crônica do desastre anunciado.