Se quiser mesmo acabar com o que chama de mordomias, Caiado deveria começar vendendo aviões e helicóptero do Estado, não carros velhos

O populismo barato do governador Ronaldo Caiado (DEM) com o anúncio do leilão de dois carros que compõem a estrutura de seu gabinete, um deles doado pela Hyundai, chega a ser ingênuo. Se quiser mesmo acabar com o que chama de mordomias, o governador deveria começar vendendo o helicóptero e os aviões do Estado, que ele já está usado para ir para cima e para baixo, e não carros velhos.

O leilão de dois carros emplacados em 2011 com doação da receita para o Hospital Materno Infantil é um desrespeito com as milhares de mães e crianças que precisam dos serviços da unidade, formado por médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde da mais alta qualidade técnica no Brasil. É zombar da paciência dos goianos. Enquanto isso, o governador mantém os elevados custos do uso das aeronaves.