Tempo real: (exclusivo) reunião a portas fechadas sobre calote de dezembro emperra. Governo Caiado não aceita fazer concessões

Apesar das súplicas dos líderes sindicais dos servidores públicos para evitar o acirramento de posições, representantes do governo Caiado querem enviar goela abaixo da categoria a proposta Casas Bahia de parcelar o pagamento de dezembro em seis vezes. O governo está radical e irredutível. Os sindicatos e associações resistem.