Marqueteiros baianos enquadram Caiado, que usa teleprompter no vídeo em que pede que servidores engulam calote de dezembro

Os marqueteiros baianos enquadraram Ronaldo Caiado (DEM). Assustados com o festival de bobagens dito pelo governador em seus pronunciamentos, lives e entrevistas, eles decidiram embalar o discurso do chefe para ao menos tentar evitar novas crises.

Foi o que ocorreu com o vídeo que o governador publicou em suas redes sociais pedindo aos servidores que evitem as greves contra o calote de dezembro e aceitem a proposta de escalonamento dos salários atrasados. Ao contrário de situações anteriores, similares à de ontem, caiu leu o texto da mensagem com o auxílio de um teleprompter.

O equipamento foi usado para que Caiado não fugisse do script dos marqueteiros e evitar constrangimentos como o caderninho de fiado e a coleta de sugestão de novos nomes para a Agetop, rebatizada de Goinfra.

A primeira medida foi tirar a supersecretária e primeira-ministra da Economia, Cristiane Schmidt, de cena e do lado de Caiado. Ao que parece erraram na mão, porque o desaparecimento da auxiliar carioca é tão completo que não possível nem mesmo dizer que ela ainda esteja no cargo.

Os marqueteiros baianos, que fizeram a campanha de Caiado, foram chamados de volta em meio à crise do mandato. Se levarem muito a sério a tarefa de evitar as gafes de Caiado, vão ter que escrever os discursos e as respostas para as entrevistas.