Lissauer mostra maturidade e equilíbrio: afirma que Legislativo terá relação institucional e harmônica com o governo Caiado

Em entrevista à coluna Giro do jornal O Popular, o novo presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB), dá o tom da relação da Casa com o governo Ronaldo Caiado (DEM): institucional, harmônica, independente e sem radicalismos.

Foram as palavras usadas pelo presidente para responder à pergunta “O governo terá trabalho na Casa?”. Lissauer disse que fará em breve uma visita institucional a Caiado para colocar a Assembleia à disposição do Executivo.

Polida e elegante, a resposta de Lissauer deixa claro como será a relação entre os dois Poderes: Caiado poderá contar com os parlamentares para a aprovação das matérias de interesse da população, em especial aquelas que garantam a ação efetiva do Estado no investimento.

Mas não fará da Assembleia uma extensão ou um cartório do Palácio das Esmeraldas, como pretendia a julgar pelo tom arrogante e autoritário com que tratou a Casa até a derrota retumbante em resposta à sua investida sobre o Legislativo.