Fieg: Caiado poupou fazendeiros do corte nos incentivos porque cedeu à pressão de lobistas

Em entrevista que soou como declaração de guerra do setor produtivo goiano ao governo do Estado, o presidente da Federação da Indústria de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, afirmou nesta quarta-feira que o governador Ronaldo Caiado (DEM) poupou fazendeiros do corte nos incentivos fiscais porque cedeu à pressão de lobistas.

Mabel fala em “lobby das tradings” (empresas que vendem ações, matérias-primas e moedas) de soja. O presidente da Fieg reclama do incentivo de 6% que o governo concede à exportação da soja em grão e diz que isso inibe a industrialização da soja em Goiás. 

“A soja sai em carretas que estragam as nossas estradas e não fica um centavo aqui”, reclama.