Depois de Schmidt, Fátima Grazioli, ops, Gavioli, é a próxima a receber 13.º, também antes dos aposentados e professores

Depois da supersecretária e primeira-ministra da Economia, Cristiane Schmidt, a titular da Educação, Fátima Grazioli, ops, Gavioli, é a próxima auxiliar do primeiro escalão do governo Ronaldo Caiado (DEM) a receber o 13.º salário. Aniversariante deste mês de fevereiro, Gavioli, que também é estrangeira, terá um contracheque de R$ 40 mil para chamar de dela.

Assim como no caso de Schmidt, a situação de Gavioli é constrangedora porque milhares de servidores, em especial da Educação, uma categoria numerosa, ainda não receberam os salários e o 13.º relativos à folha de dezembro. Como o benefício é pago no mês do aniversário, parte dos servidores recebeu 11 salários em 2018, enquanto outra recebeu 12.