Imprensa nacional discute amplamente atuação de filhos de Bolsonaro. Caiado nunca reclamou disso, mas em Goiás quer censura

O governador Ronaldo Caiado (DEM) se calou diante das denúncias e das polêmicas envolvendo os filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), de quem diz ser aliado de primeira hora.

À parte a mentira do governador sobre a relação política com o presidente, a quem apoiou nos 45 minutos do segundo turno, agora ele diz que os questionamentos legítimos sobre a moralidade do baile funk no Palácio das Esmeraldas são um “ataque” à sua família.

Caiado nunca poupou as famílias do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos embates políticos. Mas, com a família dele envolvida em um caso real de provável abuso, o paladino mundial da moralidade quer a censura da imprensa de Goiás.

Fofo, esse Caiado.