Bordoni reage acusando juiz de parcial e suspeito e pode sofrer novas apenações

Condenado nesta terça-feira a pagar R$ 200 mil de indenização por danos morais ao governador Marconi Perillo, Luiz Carlos Bordoni reagiu, na sua conta no Twitter, fazendo uma acusação pesada ao juiz do processo, Ricardo Teixeira Lemos.

Bordoni disse que o juiz se subordinou “ao que Perillo queria”, acusação gravíssima em se tratando de um magistrado.

Em seguida, em outro post, ele insinua que a decisão do juiz Ricardo Teixeira Lemos é suspeita.

Leia os posts de Bordoni:

 

LUIZ CARLOS BORDONI @lcbordoni

O juiz deu o que Perillo queria. Mas não terá um dia de paz. Sabe que mente, que é culpado e essa culpa estará viva na sua memória.

@fabriciocava O juiz disse que eu não tenho provas. Ele as leu, as ouviu? Haveria audiência semana passada. Não fui citado. Aí tem…

 

LEIA MAIS:

Caso Bordoni: ele não foi condenado como jornalista, mas como simples caluniador

Essa é boa: juiz fixou indenização para Bordoni pagar com base no que ele disse, mas não provou, que recebeu por fora

Juiz Ricardo Lemos confirma que calúnia é crime e não tem nada a ver com liberdade de expressão

Que cacetada: Justiça condena Bordoni a pagar R$ 200 mil por calúnias contra o governador

Advogado de Marconi explica: a liberdade de expressão não justifica calúnia, injúria ou difamação

Marconi não processa jornalistas. Processa, sim, militantes partidários e nunca por críticas, só por calúnias