Resultado do 1º trimestre indica: Dilma amargará outro pibinho em 2013

Dez entre dez analistas da área econômica, que aparecem na tarde de hoje nos principais sites noticiosos da internet, comentando o fraco resultado do PIB brasileiro no primeiro trimestre deste ano, de apenas 0,6%, confirmam a previsão de que o resultado anual também será decepcionante.

De uma expectativa inicial de 4,5% de crescimento, em 2013, estimada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega (coitado, esse ninguém leva a sério), os mais otimistas falam hoje em 2,7% e os mais pessimistas em 1,5%.

Um ponto é consenso: a gestão da presidente Dilma Rouseff, na economia, é desastrosa e tem grande influência na construção do pibinho, ao derrubar as conquistas estabelecidas durante os dois governos do presidente Lula.

Há preocupações também em setores mais lúcidos do PT com a candidatura de Dilma à reeleição. Cresce dentro do partido a convicção de que o candidato deve ser o próprio Lula, para evitar a possibilidade cada vez maior de uma derrota em 2014.

 

LEIA MAIS:

Complicou pra Dilma: IBGE anuncia pibinho de 0,6% no primeiro semestre