Em meio à crise no MEC, Fies trava matrículas e prejudica alunos

Em meio a uma crise no Ministério da Educação do presidente Jair Bolsonaro (PSL), estudantes do país todo relatam uma série de dificuldades para se matricular pelo Fies (programa de financiamento estudantil).

Por causa das falhas, parte dos alunos está sendo impedida de frequentar as aulas, que já começaram há mais de um mês, e até de fazer as provas.

Eles dizem chegar a fazer périplos diários há quase um mês por agências bancárias e instituições de ensino na tentativa de resolver a questão, sem sucesso.

A Folha de S.Paulo ouviu 20 estudantes de 11 estados nessa situação.

O problema ocorre principalmente na obtenção do DRI (Documento de Regularidade de Inscrição) ou de DRM (Regularidade de Matrícula), necessários para a contratação ou continuidade do financiamento.

Por falha na transmissão de dados do governo federal, as instituições de ensino não estão conseguindo emitir o documento.