Se estivesse na oposição, Caiado teria feito escândalo com a morte no Materno. No governo, ele fica calado

Na oposição, Ronaldo Caiado ganhou fama por ser um crítico implacável, que não perdoava nenhum deslize de seus adversários que estavam no poder. O mundo deu algumas voltas e agora Caiado é governador de Goiás. Nesta semana, um garotinho de apenas 5 anos morreu no corredor do Materno Infantil esperando por atendimento. Foram 15 horas de espera por um leito e nada. Morreu praticamente no colo da mãe. Até o momento, Caiado não disse uma palavra oficialmente sobre a tragédia. O Jornal Nacional noticiou a morte e mostrou o caos no hospital.

Diante desse cenário, vale aqui um exercício de imaginação. Imaginem só se Caiado estivesse na oposição de um governo onde crianças estão morrendo em corredor de hospital. Ele faria um verdadeiro carnaval, atacando, xingando e criticando o adversário. Só que agora sendo o responsável pelo Estado e pela gestão da saúde, Caiado se cala. Não abre a boca. E, pior, ele ainda é médico.