AD

Com Witzel, Rio de Janeiro tem recorde de mortes cometidas por policiais na história

A controversa gestão de Wilson Witzel (PSC) como governador do Rio de Janeiro bateu um recorde – também controverso – antes mesmo de completar um ano: o estado registrou em 2019 o maior número de mortes cometidas por policiais na história, de acordo com dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) nesta segunda-feira. Entre janeiro e outubro deste ano, as polícias mataram 1.546 pessoas – superando as 1.534 mortes por intervenção policial registradas em 2018, maior número registrado até então. A estatística é compilada desde 1998 pelas autoridades fluminenses. 

Ver mais

Turnê de Sandy & Junior arrecada R$ 120 milhões e se torna a maior da história do Brasil

A turnê “Nossa história” da dupla Sandy & Junior bateu recordes. A turnê arrecadou mais de R$ 120 milhões e já é a maior da história no Brasil. Só a apresentação no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, onde também gravaram um uma série documental de setee episódios, que vai ao ar em 2020 no Globoplay, teve uma arrecadação monstruosa de R$ 20 milhões para um público de 100 mil pessoas. Informação é do Jornal Extra.

Ver mais

Flamengo serve de exemplo para todos os clubes: estava quebrado, arrumou as finanças e agora conquista título

O Flamengo campeão da Libertadores neste sábado pode servir de exemplo para todos os clubes brasileiros, inclusive para Vila Nova, aqui de Goiás. Há poucos anos, o Flamengo era um time quebrado, bagunçado, que atrasava salários e nenhum jogador importante se sentia atraído pelo Mengão. A gestão de Eduardo Bandeira de Melo começou a mudar esse cenário de caos. Pagou dívidas, equalizou as finanças e moralizou o futebol.

Ver mais

Vídeo: ministro diz que universidades escondem plantações de maconha e laboratórios de metanfetamina

Em entrevista a um portal de notícias bolsonarista, o malucão ministro da Educação, Abraham Weintraub, decidiu atacar mais uma vez as universidades públicas. Mais especificamente, o conceito da autonomia das instituições de ensino. O ministro faz acusação grave – e sem qualquer prova: disse que autonomia das instituições permite que as universidades escondam plantações de maconha.

Ver mais

Revolta geral: pedidos para destituir ministros do Supremo atinge número recorde, diz Estado de S. Paulo

O número de pedidos de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) atingiu em 2019 um patamar recorde, conforme reportagem publicada nesta quarta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. O principal alvo é Dias Toffoli (7 pedidos), atual presidente da Corte. Ele é seguido por Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, ambos com cinco. 

Ver mais

Dólar atinge valor recorde e gera críticas a Bolsonaro, que culpava Dilma pela depressão econômica

As intermináveis turbulências políticas do governo Bolsonaro elevaram o dólar à cotação de R$ 4,20 – a maior desde a criação do plano Real. Foi o suficiente para que críticos de Jair Bolsonaro o ironizassem nas redes sociais, uma vez que o presidente dizia que a culpa pela depressão econômica era da ex-presidente Dilma. Exemplo disso é o cantor e compositor Marcelo D2, que postou uma nota de dólar “comemorativa”, com o rosto dele. A alta da moeda americana é atribuída à falta de perspectivas de melhora do governo atual. 

Ver mais

Mulher do presidente do Pros, partido de Wilder e Tejotinha, envolve-se em escândalo em Brasília

A Câmara Legislativa do Distrito Federal decidiu, nessa sexta-feira, destituir a servidora Ariele de Oliveira Correa Coimbra, esposa do presidente nacional do Partido da Ordem Social (Pros), Eurípedes Júnior. O Pros é o partido comandado em Goiás pelo vice-governador Lincoln Tejota e pelo ex-senador Wilder Morais. A a decisão foi tomada após resultado de uma sindicância interna do órgão para apurar denúncia de que ela receberia o salário sem trabalhar.

Ver mais

Bruno Gagliasso rompe contrato e deixa a Globo após 18 anos

O ator Bruno Gagliasso não renovou seu contrato com a Globo e deixou o elenco fixo da emissora carioca. Sua decisão foi tomada logo após encerrar as gravações da fracassada novela O Sétimo Guardião, em maio. Agora, Bruno poderá trabalhar por obra, podendo, assim, escolher o que vai fazer. Com o antigo vínculo, o ator era obrigado a atuar em tudo que era escalado pela emissora.

Ver mais

Deputados do PSL usam dinheiro público para contratar advogados em causas particulares, diz Estadão

Reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira revela que dpeutados federais do PSL contrataram, com dinheiro público da Câmara, escritórios de advocacia que também prestam serviços para eles próprios em causas particulares. Os parlamentares do PSL foram eleitos com discurso de renovação na política e moralidade nos gastos públicos. 

Ver mais

IMPERDÍVEL: Deputado do Psol publica “verdadeira versão” do vídeo dos leões de Bolsonaro

O deputado federal David Miranda (Psol-RJ) postou no Twitter, nesta terça-feira, o que chamou de “verdadeira versão” do vídeo dos leões de Bolsonaro – uma brincadeira com o vídeo que o presidente da República postou e apagou ontem, em que ele é um leão cercado por hienas (PT, CUT, MST, feministas, Supremo Tribunal Federal, etc). Veja o vídeo de David.

Ver mais

Estadão: ala do PSL ligada às polícias abandona Bolsonaro; ala do Exército segue fiel 

O jornal O Estado de S. Paulo divulga um levantamento interessante sobre a divisão do PSL, o partido de Bolsonaro. A reportagem revela que os deputados federais que fizeram carreira no Exército continuam fiéis ao presidente e os deputados ligados às polícias – como Delegado Waldir – romperam. O Estadão levanta a hipótese de que isso pode ter sido causado pela reforma da previdência, que preservou privilégios do Exército e não dos policiais. 

Ver mais

Em disputa com Bolsonaro por controle do PSL, Bivar tem maioria dos diretórios, diz Estadão

Reportgem publicada no jornal O Estado de S. Paulo mostra que o atual presidente do PSL, Luciano Bivar, tem ampla maioria no comando dos diretórios estaduais na briga com o presidente Jair Bolsonaro pelo comando do partido. Entre os principais diretórios, estão com Bolsonaro São Paulo e Rio Grande do Norte. Outros – como Goiás – voltaram-se contra o presidente da República. 

Ver mais