No melhor estilo Caiado: jornal O Globo mostra que clã Bolsonaro é especialista em nomear familiares

Matéria de capa do jornal O Globo, neste domingo, mostra que o clã Bolsonaro (pai e filhos) nomeou 102 pessoas com laços familiares, ao longo dos últimos 28 anos. “Já botei parentes no passado, sim. Qual o problema?”, disse Bolsonaro neste domingo ao comentar a reportagem. Vale destacar o que faz Caiado aqui em Goiás. O governador já nomeou mais de 30 parentes desde que assumiu o Palácio das Esmeraldas.

Ver mais

Baldy e Doria entregam novo acesso do metrô ao Hospital das Clínicas, em SP

O goiano Alexandre Baldy, secretário de Transportes de São Paulo, e o governador João Doria (PSDB) entregaram nesta quarta-feira uma obra na Estação Oscar Freire que facilita o acesso de passageiros ao Hospital das Clínicas. O complexo é amplo, bem sinalizado e atende a exigências de mobilidade e acessibilidade universal. Doria elogiou Baldy e afirmou que aquele é um projeto de primeiro mundo. 

Ver mais

Promotor sugere embaixada dos EUA como solução para caso Moro: “frita hambúrguer?”

Dono de um senso de humor ácido, o promotor Haroldo Caetano sugere que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, pense na possibilidade de buscar o cargo de embaixador dos Estados Unidos para viabilizar a sua saída do Ministério da Justiça – depois que ficou comprovada a sua relação nada republicana com promotores e procuradores da operação Lavajato. Caetano também brinca com o principal talento de Eduardo Bolsonaro, recém-escolhido para ser o embaixador brasileiro nos EUA, e pergunta se Moro também sabe “fritar hambúrguer”. 

Ver mais

Presidente da Câmara brinca no Twitter que também teve mensagens hackeadas: “eram todas para o Ifood”

Bem humorado, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez troça no Twitter com o pavor que se generalizou no meio político depois que os telefones celulares do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e integrantes da operação Lavajato foram hackeados. Maia afirma que também teve a sua intimidade descoberta, mas que todas as mensagens eram para o iFood, serviço de entrega de comida. 

Ver mais

Resumo dos últimos 10 dias de Bolsonaro: preconceito, dados falsos e sarcasmo. Relembre

Os últimos dez dias de Jair Bolsonaro (PSL) foram marcados por uma série de declarações recheadas de conteúdo falso e preconceituoso. Entre os alvos estão os jornalistas Miriam Leitão e Glenn Greenwald, os governadores do Nordeste e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Nesta segunda, ele também ironizou o desaparecimento de Fernando Augusto Santa Cruz durante da ditadura militar. Fernando era pai de Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Relembre:

Ver mais

Só com multas de trânsito, Baldy coordena 8,5 mil obras em SP para evitar novos acidentes

Em conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova York para discutir políticas de redução de acidentes fatais no trânsito do mundo inteiro, o ex-ministro das Cidades, ex-deputado federal por Goiás e hoje secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, afirmou que o governo de SP não terá que desembolsar um centavo sequer para realizar as 8,5 mil obras de infraestrutura que a sua pasta executa para melhorar o trânsito. Todas virão de multas.

Ver mais

“Vou negar o helicóptero e mandar ir de carro?”, diz Bolsonaro sobre carona para parentes

O rosário de absurdos ditos pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na semana que acaba hoje incluiu uma resposta curiosa que ele deu a jornalistas que o questionaram sobre a carona que deu a parentes em helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB): “Vou negar o helicóptero e mandar ir de carro?”, afirmou. Segundo o presidente, não houve nada de errado no episódio.

Ver mais

Bolsonaro diz que Caiado é aliado dele em causas ideológicas, ou seja: no atraso

Em visita a Goiânia na última sexta-feira, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), apresentou o governador Ronaldo Caiado (DEM) como o seu “aliado em causas ideológicas”. O que isto significa? Em seus primeiros meses de mandato, Bolsonaro deu declarações tão absurdas no campo dos Direitos Humanos, da igualdade de gênero e do respeito ao poder público que nem aliados mais próximos ousaram a ratificá-lo. O presidente sugeriu, por exemplo, que quem não é brasileiro não é bem vindo no País e que não se sentiria confortável negando aos seus parentes uma carona em jatinho da FAB para participar de festas. A julgar pelo que pensa e pelo que diz o presidente, depreende-se que no caso dele ideologia signifique atraso. E é aí que reside a parceria profícua dele com o governador de Goiás. 

Ver mais

Boa ideia: Baldy estipula meta de redução de acidentes em novos contratos de concessão de rodovias

Uma boa ideia surgiu no governo de São Paulo – mais especificamente na Secretaria de Transportes, coordenada pelo goiano Alexandre Baldy: a partir de agora, todos os contratos de concessão de rodovias para iniciativa privada virão com uma cláusula que obriga o concessionário a reduzir acidentes – principalmente os que têm vítimas fatais.

Ver mais

Baldy, na ONU: meta é reduzir tempo de viagem de trem em São Paulo em 25%

Nova York na semana passada, o ex-deputado federal por Goiás e hoje secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, afirmou que uma das metas de sua gestão é reduzir o tempo de viagem em metrôs e trens do Estado. No caso dos trens, chegará a 25%. O caminho para alcançar este objetivo na CPTM é a aquisição de 34 trens e investimentos em energia e sinalização. Baldy afirma também que o intervalo entre trens será reduzido para 3 minutos.

Ver mais

Jornal Opção lista Kajuru, Luciano Huck, Doria e Moro como players da disputa presidencial de 2022

O Jornal Opção já fez uma lista das figuras que prometem estar no jogo da sucessão presidencial de 2022. O jornal diz que o presidente Bolsonaro vai, sim, disputar a reeleição; tanto que já governa em ritmo de campanha. Se o Jornal Opção estiver certo em sua projeção, o bicho vai pegar. Alguns dos nomes: Jorge Kajuru, que hoje é senador, o astro da TV, Luciano Huck; o governador de SP, João Doria e o ministro Sérgio Moro.

Ver mais

Segurança: Baldy implanta sistema de reconhecimento facial no metrô de SP

Por iniciativa do goiano Alexandre Baldy, hoje secretário de Transportes da administração do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), será instalado no metrô da capital paulista um sistema de reconhecimento facial. A tecnologia permite a identificação de pessoas por meio de imagens dos rostos. O objetivo é aumentar a segurança dos passageiros.

Ver mais

Ministério da Saúde suspende contratos para fabricar 19 remédios de distribuição gratuita

O Ministério da Saúde suspendeu, nas últimas 3 semanas, contratos com 7 laboratórios públicos nacionais para a produção de 19 medicamentos distribuídos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Documentos obtidos pelo Estadão apontam suspensão de projetos de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs) destinados à fabricação de remédios para pacientes que sofrem de câncer e diabetes e transplantados. Os laboratórios que fabricam por PDPs fornecem a preços 30% menores do que os de mercado.

Ver mais

Na Globonews, ex-secretária da Fazenda de Goiás defende “revisão de carreiras” do funcionalismo

Ao comentar perspectivas futuras para economia brasileira depois da aprovação da reforma da previdência, a ex-secretária da Fazenda de Goiás Ana Carla Abrão, hoje sócia da empresa de consultoria Oliver Wyman, defendeu na Globonews nesta terça-feira a “revisão de carreiras” dos servidores públicos. Ou seja: perseguição aos direitos do funcionalismo. “É preciso uma reforma administrativa, além da reforma da previdência”, afimou Ana Carla – que em Goiás já demonstrava obsessão contra os servidores.

Ver mais