Arrocha Goiás! Caiado arrochou tanto que sufocou servidores e o próprio governo

O principal slogan da campanha de Ronaldo Caiado foi o famigerado “Arrocha Goiás”. Na boca dele, sempre significou colocar as coisas em ordem, com muita moralidade e corrigir tudo de errado que poderia existir nos quatro cantos de Goiás. Conhecido pelo temperamento forte, Caiado passou do ponto na hora de arrochar e está sufocando os servidores estaduais e seu próprio governo, que não consegue deslanchar e apresentar um projeto de administração para a sociedade.

Multa aplicada a Paulo Garcia por não cumprir a lei ao aprovar novo Plano Diretor é de quase R$ 400 mil

Justiça estadual imputou multa de 20 vezes o salário recebido pelo prefeito, que ganhar cerca de R$ 19 mil por mês. Paulo Garcia atropelou Estatuto da Cidade ao não realizar audiências públicas para tratar de projeto de lei que alterava o Plano Diretor. Petista também é acusado de não dar publicidade à matéria, ou seja, fazer o trâmite às escondidas, com dolo, na intenção de burlar a legislação.

Roberto Freire fala sobre “O tombo de Eike Batista, símbolo da era petista”

Em artigo, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, comenta sobre as estranhas relações entre o governo federal – época de Lula e, agora, Dilma – e o empresário, citado exemplo para os brasileiros. As ligações entre o PT e Eike, diz, “podem se configurar em um escândalo de corrupção e favorecimento ilícito ainda mais grave que o mensalão.”

Fernando Rodrigues, da Folha, diz que Henrique Meirelles volta a ser cotado pra Fazenda

Anúncio da prévia do PIB, com uma queda de 1,4% no mês de maio em relação a abril, eleva a pressão política em Brasília para que a presidente substitua o ministro da Fazenda. Entre as sugestões está a nomeação de alguém com autoridade moral entre os agentes econômicos, como Henrique Meirelles.