Em Goiás, os pioneiros da farra dos aviões foram Alcides e Raquel Rodrigues

A semana ficou marcada pela farra dos aviões da FAB, onde políticos como Henrique Eduardo Alves e Renan Calheiros utilizaram aeronaves da Força Aérea para fins particulares. Na verdade, essa malandragem sempre existiu, mas a bomba veio a estourar agora.

Em Goiás,  ex-governador Alcides Rodrigues (PP) criou uma versão goiana, usando o avião do Estado durante seu mandato para visitar suas fazendas e outras propriedades particulares.

Em 2012, o Ministério Público entrou com ação de improbidade administrativa contra Alcides e sua esposa, a ex-prefeita de Santa Helena Raquel Rodrigues. O promotor Fernando Krebs os acusou de causar prejuízo de R$ 3,82 milhões aos cofres públicos pela realização de 750 viagens com motivos particulares em aeronaves do Estado.

A ação do Ministério Público diz que os voos foram realizados entre 2006 e 2010 e tiveram, como destino final, municípios onde Alcides e Raquel possuem residência e fazendas. Destaque para Santa Helena, para onde os jatinhos do Estado voaram 439 vezes.

A promotoria pediu à Justiça que condene o casal e suspenda os direitos políticos de Alcides e Raquel por oito a dez anos, além de imputá-los multa cujo valor seja de até três vezes o prejuízo causado ao erário.