Entidades de trabalhadores são usadas como massa de manobra pelos tubarões do business goiano na luta para manter regalias fiscais

Os coitados dos trabalhadores goianos mais uma vez estão sendo usados como massa de manobra pelos tubarões ricaços do business goiano na luta pela manutenção das regalias fiscais das empresas. Adial e companhia nunca deram bola a sindicatos e federações de trabalhadores na época das vacas gordas, mas agora querem dar as mãos às categorias quando o pasto está seco. Ou alguém acredita que de repente, os grandes empresários tiveram um surto de bondade e generosidade com quem carrega as empresas nas costas, com salários bem baixos? Claro que não.
Depois, evidentemente, caso conquistem o que almejam, vão dar um belo chute no traseiro do pessoal, que será usado apenas como bucha de canhão.