Presidente da AHPACEG alerta que podem faltar leitos na rede privada se demanda aumentar

O presidente da Associação dos Hospitais Privados de Goiás, Haikal Helou, afirmou em entrevista online nesta sexta-feira que a rede privada continua com leitos de UTI disponíveis. Ele alertou, no entanto, que se a demanda aumentar vão faltar leitos. “Se todos ficarem doentes ao mesmo tempo não teremos condições de tratá-los”, disse.

Helou afirma que ontem houve falta específica de um leito numa unidade para um paciente grave. Ele destacou que a situação não mudou muito em relação à semana passada, com uma ociosidade de 80% no geral.