Ahpaceg esclarece que houve problema específico e que leitos de UTI na rede privada seguem disponíveis

Em entrevista online na tarde desta quinta-feira, o presidente da Associação dos Hospitais Privados de Goiás, Haikal Helou, afirmou que os leitos de UTI não se esgotaram, conforme foi noticiado. Ele esclareceu que houve um problema específico com um paciente em estado grave. Hoje, em todo o Estado há 500 leitos na rede privada e 100 são dedicados à covid-19.

Haikal alertou para a necessidade de isolamento social e disse que os hospitais podem ter os leitos esgotados se a população não seguir as medidas de segurança.