Plano Diretor de Goiânia: representante da prefeitura, Zilma recebe bombardeio de críticas dos vereadores

A primeira audiência pública sobre o projeto do Plano Diretor, promovida pela Comissão Mista e Presidência da Casa para atender prescrição legal, ocorreu na terça-feira, reunindo vereadores (online e no plenário) e remotamente, representantes da sociedade civil que lotaram a sala de videoconferência. Representando a prefeitura, Zilma Peixoto, gestora da Seplanh, foi bombardeada por críticas de vereadores.

As principais reclamações dos vereadores são a falta de diálogo do Paço com a Câmara. Os vereadores dizem que a prefeitura deseja “impor” o Plano Diretor, sem discussão ampla com o Legislativo. Reclama também que bairros periféricos estão senso alijados do novo Plano.

Os principais assuntos tratados foram: drenagem urbana; adensamento de bairros como setor Jaó e Marista; tombamento de imóveis nos setores Central, Campinas e Sul; áreas de preservação permanente e cotas de inundações, além da cota solidária destinada para política habitacional.