Letalidade pelo coronavírus em Goiás está abaixo da média nacional, diz secretário de Saúde

O secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, realiza, neste momento, na Comissão de Finanças, a prestação de contas de sua pasta relativas ao segundo quadrimestre deste ano.

De acordo com Alexandrino, Goiás fechou o período como o quinto estado com mais transplantes renais de todo o País. Afirmou também que o Governo já destinou 12,96% do orçamento do Estado para a saúde, cumprindo a vinculação constitucional antes do prazo limite de dezembro. “Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o Tesouro Estadual repassou mais recursos”, assinalou.

Com relação às medidas de combate à pandemia, o secretário informou que as últimas apurações mostram 220 mil casos registrados, com 24.832 internações e em torno de 5 mil óbitos. Mas ele assinalou, por outro lado, que passa de 95% a taxa de recuperados.

Segundo Alexandrino, o grande quantitativo de contaminados está na faixa dos 30 a 39 anos, no entanto a maioria dos óbitos ocorre na faixa acima de 60 anos. O gestor ressaltou que a letalidade em Goiás é de 2,2%, abaixo da média nacional.