Antes de falar mal da vida alheia, Alcides deveria explicar como torrou R$ 4 milhões em voos para suas fazendas

Decisão da Justiça Estadual determinou, há pouco tempo, o bloqueio de R$ 4 milhões em dinheiro ou bens de propriedade de Alcides Rodrigues, em razão de mais de 700 vôos em aviões do Estado, sem finalidade oficial, para Santa Helena, Rio Verde e sua fazenda no Pará.

O ex-governador nunca se pronunciou sobre o assunto. Ele foi denunciado pelo Ministério Público, que se assustou com a quantidade de vôos em aeronaves do Estado, de Goiânia para os municípios onde Alcides tem fazendas, muitas vezes levando somente Raquel Rodrigues, prefeita de Santa Helena e mulher do então governador.

Nesta terça-feira, em discurso no diretório estadual do PSB, em mais uma reunião sem público promovida pelo empresário Vanderlan Cardoso, Alcides atacou o governador Marconi Perillo, mas não disse uma palavra sobre o bloqueio dos seus bens.

Havia jornalistas acompanhando o “evento” de Vanderlan, mas nenhum perguntou a Alcides o que ele tinha a dizer sobre a decisão da Justiç que penalizou o seu patrimônio.