Empregado de Braga pula fora e diz que não fez, mas fez denúncia de grampos

Está cada vez mais enrolada a história em torno da reportagem fajuta da Carta Capital, apontando um suposto esquema de grampos em Goiás.

Não houve grampos, não existem provas, nada ocorreu além de posts no Twitter – que um dos acusados, o jornalista Luiz Gama, nega serem de sua autoria.

O pior vem agora. O delator do esquema, Gercyley Batista, empregado da Kanal Vídeo, produtora de propriedade de Jorcelino Braga, também está pulando fora.

Ele agora diz, em sua conta no Twitter, que não denunciou ninguém e que fez o que fez pensando na “segurança da minha família”.

Ué, “segurança da minha família”. O que isso tem a ver? Tá cada vez mais complicado entender.

 

Leia as explicações de Gercyley:

 

Gercyley Batista @Gercyley44
É bom que se esclareça para que não haja equívocos ou adulteração do que acontece. Sobre episódio recente.

Em primeiro lugar, não denunciei ninguém, quem fará isso é a justiça se assim entender necessário. É um ponto crucial.

Fui até o MPF prestar uma declaração sobre episódio que envolvia meu nome e entendi que era lesivo a mim. Me incomodou

Para minha segurança pessoal e de minha família, entreguei ao procurador @HelioTelho material repassado a mim.