A voz do bom senso: editor de O Popular aponta coleção de erros na farsa dos grampos

O jornalista Bruno Rocha Lima irrompeu no Twitter como a voz do bom senso a comentar o episódio dos grampos telefônicos que ou nunca existiram ou não foram provados ou não passam de armação contra o governador Marconi Perillo.

Bruno faz ponderações sensacionalmente equilibradas – e equilíbrio hoje no Twitter é coisa rara.

Olha só: ele diz que, antes, para a oposição, tudo que Luiz Gama escrevia era bobagem, agora passou a ser coisa séria.

E que não dá para concluir nada só com base em DMs do Twitter.

 

Veja os posts: de Bruno Rocha Lima:

 

Bruno Rocha Lima @brunorlima
A oposição em GO é engraçada. Antes tudo que Gama escrevia era bobagem, devaneio. Aí de repente ele se torna a pessoa mais crível do Estado.

Aí vem gente que da missa não sabe o terço querer cobrar jornalismo. Agora jornalismo é pegar declarações de qq um e publicar como verdade?

E se for o caso de acreditar cegamente no que diz o sujeito, eu deveria tb pegar como verdade tudo que ele já disse da oposição?

@luizsergiovo Bom dia! Pois é, nao da pra publicar algo só com base em DMs dele. Tem de investigar muito.

@luizsergiovo E vai saber se o tal hacker tb não estava tapeando ele, vendendo o que não podia entregar?!