Pampinha diz que uma montanha de dívidas de R$ 360 milhões espera Iris na Prefeitura. Para Paulo Garcia, isso é “coisa normal”

O colunista das mulheres peladas da última página do Diário da Manhã (dizem que é mais “lido” que a coluna Giro, de O Popular), Luiz Augusto Pampinha, afirma nesta terça-feira que “uma montanha de compromissos e restos a pagar, de R$ 360 milhões, espera por Iris Rezende quando assumir a Prefeitura de Goiânia”.

É a “herança maldita” que o prefeito Paulo Garcia vai deixar para o seu sucessor. Mas ele, Paulo Garcia, continua esperneando e não assume o “legado”: na mesma edição do DM, garante que esse rombo é “coisa normal”, que todos os administradores deixam quando terminam seus mandatos.

Ele acha que, um dia, a história o absolverá e dará a ele o diploma de melhor prefeito de Goiânia de todos os tempos.