Para começar bem a sexta: desemprego em Goiás recua e segue abaixo da média nacional, segundo IBGE

A taxa de desemprego em Goiás caiu de 12,7%, no primeiro trimestre do ano, para 11%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em números absolutos, isto quer dizer que o número de pessoas desocupadas passou de 449 mil para 400 mil.

A taxa ficou abaixo da apresentada pelo País no período (13%).

O número de pessoas com 14 anos ou mais de idade ocupadas no setor privado com carteira assinada aumentou de 1,113 milhão para 1,134 milhão em Goiás. O rendimento salarial médio foi de R$ 1.979,00 por mês, enquanto no resto do Brasil foi de R$ 2.104,00.