TSE manda Polícia Federal e STF investigar presidente do PHS, aliado de Caiado

Reportagem publicada no site GBrasil (clique aqui para acessar)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, determinou que a Polícia Federal, a Procuradoria-Geral Eleitoral e o Supremo Tribunal Federal (STF) investiguem o goiano Eduardo Machado, presidente nacional do PHS, suspeito de desviar verba de Fundo Partidário. Eduardo foi alvo de seguidas denúncias da TV Globo e do jornal Correio Braziliense.

Machado, um dos coordenadores da campanha de Ronaldo Caiado (DEM) a governador de Goiás, será investigado por suposta aquisição de três veículos para uso particular com dinheiro público. Pior ainda: os carros foram adquiridos em empresas da família dele. Além disso, de acordo com o Correio Brasiliense, ele empregou, durante um ano, uma prima, em Fundação ligada à sigla.

O relator da investigação no STF será o ministro Luiz Fux. Clique aqui para ler reportagem do Correio Braziliense sobre Eduardo Machado.