E aí, Dona Iris: como vai indo a elaboração de propostas para Goiás, na Fundação Ulysses?

A deputada federal d. Iris Araújo (PMDB) assumiu a presidência estadual da Fundação Ulysses Guimarães, instituição criada pela direção nacional do partido para o debate de ideias e elaboração de estudos e pesquisas.

Como nova presidente (ou presidenta), d. Iris passa a ser encarregada de propor o planejamento do PMDB para o futuro de Goiás.

Mas, até agora, nada. D. Iris continua é discursando, por aí, e disparando críticas pesadas e agressivas contra o governador Marconi Perillo, que impôs quatro derrotas majoritárias consecutivas ao PMDB desde 1998 é é alvo dos ressentimentos e mágoas da primeira dama peemedebista.

Normal. Quem é oposição faz isso mesmo. O problema é que a principal crítica que se faz ao PMDB, hoje, é que o partido só bate, mas não formula projetos alternativos para Goiás.

A missão de d. Iris na Fundação Ulysses é suprir essa lacuna – que incomoda e desgasta o PMDB.

Estamos esperando para ver as ideias e propostas de d. Iris e do seu partido.