Vaidoso, Cabral prolonga audiência que ele promoveu e quase compromete sessão plenária

O vaidoso deputado Karlos Cabral (PDT) quase comprometeu a abertura da sessão plenária desta quarta-feira. Ele tomou a equivocada decisão de prolongar uma audiência pública com o secretário estadual de Saúde para além das 15 horas e quase acabou com o quórum mínimo para sessão plenária, que é e sempre será a mais importante. Foi preciso que Cláudio Meirelles (PTC) puxasse a orelha dos colegas para que houvesse plenário hoje.

É a segunda vez que Cabral faz isso. Durante audiência com a secretária de Economia, Cristiane Schmidt, o mesmo aconteceu.