Fabiana Pulcineli: única obra que Caiado inagurou em Anápolis foi uma delegacia construída pela ETS, do filho de Cachoeira

A jornalista Fabiana Pulcineli usou seu perfil no Twitter para registrar que a única obra que Caiado inaugurou em Anápolis, cidade-natal dele, foi feita pelo fiho de Carlos Cachoeira: uma delegacia. A sede da delegacia inaugurada por Caiado foi obra da ETS, cujo dono é Matheus Henrique Aprígio Ramos.      

Marcello Rosa sobre reportagem de 17 min sobre o Materno Infantil: “Quando a gente vê as histórias de perto dá pra acreditar que é possível melhorar o atendimento na rede público”

TV Anhanguera exibiu esta semana série especial de reportagens sobre a saúde na Capital. Repórteres da emissora acompanharam de perto, in loco, o trabalho no Hugo, Hospital Materno Infantil, HGG, Crer e HDT. Todas essas unidades são de responsabilidade do Estado e o apresentador Marcello Rosa gostou do que viu na reportagem sobre o Materno Infantil, onde nenhum caso é rejeitado pela equipe de profissionais.

Ver mais

Frente de Luta e servidores da educação municipal vão fazer protesto na porta do apartamento de Paulo Garcia, neste sábado, às 16h

Grupo se organiza pelo Facebook e convoca a concentração para as 15h30, no posto do cruzamento das avenidas T-63 e 85. Prefeito mora num prédio ali na T-38, no alto do Setor Bueno e não gostou nada nada quando os professores prestaram lá na última terça-feira (na foto). A turma promete fazer barulho e cobrar do petista o porquê dos cortes de benefícios.

Ver mais

Dinheiro jogado no lixo: programa Ganha Tempo, que nem existe mais, consumiu R$ 1,3 milhão em propaganda

Para divulgar um programa que durou seis meses e já foi extinto pelas empresas de ônibus, o prefeito Paulo Garcia gastou R$ 1,3 milhão de reais em 2013. O prefeito que dizia não investir em publicidade torrou dinheiro público para anunciar o hoje inexistente Ganha Tempo, programa que supostamente deveria trazer economia para quem faz vários trajetos por dia no transporte coletivo.

Ver mais

Santa Cruz afirma que manifesto com mais de 100 assinaturas a favor de Iris foi “estelionato” de José Nelto

Jornalista Carlos Alberto Santa Cruz faz uma acusação no seu artigo no Diário da Manhã, nesta sexta: o manifesto com mais de 100 assinaturas de diretórios e lideranças peemedebistas, a favor de Iris Rezende, não passou de uma fraude articulada pelo ex-deputado José Nelto – “cassado por corrupção e mestre em estelionato”, diz.

Ver mais

Jornalista da prefeitura tenta defender Paulo Garcia e leva baile de Djalma Araújo

Denise Ribeiro, que ainda é jovem na profissão, quis arrumar encrenca com o experiente Djalma Araújo, que criticava a reforma emergencial promovida pelo prefeito para salvar o caixa do Paço. Numa ironia só ele derrubou Denise. Fez trocadilho com nomes de agências de publicidade usadas pela prefeitura em 2013. O blog tá mostrando que Paulo Garcia gastou quase R$ 20 milhões só ano passado com publicidade.

Ver mais

Furada: TV Anhanguera de Catalão não colocou no ar a entrevista que Vanderlan “comemorou” no seu perfil no Facebook

No seu perfil no Facebook, o empresário Vanderlan Cardoso se vangloriou se ter sido entrevistado pela TV Anhanguera de Catalão (na verdade, a TV Pirapitinga) durante a sua visita à cidade. Mas, nos programas noticiosos subsequentes, a entrevista não foi ao ar. Nem sequer uma notinha sobre a presença de Vanderlan em Catalão foi dada.

Ver mais

Lula é sempre Lula: mais uma vez ele afirma que não falou nada

Ex-presidente enviou para a Folha de S.Paulo uma correção: ele não teria dito que “Dilma deu um tiro no pé”. A expressão se refere a imbróglio da Petrobras, envolvida em um big escândalo. Lula disse que a Folha, ao falar que ele criticou Dilma, estaria criando indisposição entre os dois. Já existe a indisposição: afinal, se Dilma se queimar, é Lula que a substitui na corrida eleitoral.

Ver mais

Paulo Garcia, o prefeito que dizia não gastar com propaganda e criticava o Governo do Estado, torrou R$ 18,6 milhões com publicidade em 2013

O prefeito que dizia não gastar com publicidade torrou R$ 18,6 milhões com propaganda em 2013. A revelação está em relatório oficial da Prefeitura de Goiânia, obtido pelo Goiás 24Horas. É muita cara de pau: Paulo vivia atacando o Governo do Estado, que acusava de fazer despesas supérfluas com publicidade.

Ver mais