Morte do soldado Walisson completa 1 mês: ninguém foi preso e o mistério continua

A morte misteriosa do soldado Walisson, de 28 anos, completa um mês. No dia 22 de setembro, o policial foi assassinado com um tiro na cabeça enquanto trabalhava em patrulhamento numa viatura descaracteriza da Polícia Militar, em Aparecida de Goiânia. Outros três policiais estavam juntos de Walisson na viatura. A informação até agora é que uma camioneta preta passou ao lado da viatura e os disparos aconteceram. 

Irritado com ataques de Marina, Caiado promete resposta em discurso na Câmara ainda hoje

O deputado federal e líder ruralista Ronaldo Caiado anunciou para ainda hoje um discurso na Câmara Federal em resposta às alfinetadas da ex-senadora Marina Silva – que disse, em entrevista a O Globo, que a sua filiação ao PSB muda a configuração interna do partido e deve levar à reavaliação dos acordos e alianças já celebrados ou a serem fechados.

Ver mais

Greve dos professores municipais é ilegal, diz Iêda. Quem diria: é a pelegada do Sintego jogando duro contra os trabalhadores

Equipes financiadas pelo Sintego estão visitando as escolas municipais de Goiânia para distribuir panfletos contra a greve dos professores da Prefeitura. Para a presidente do sindicato, a greve é ilegal e atrapalha as negociações. Chamado de “pelego” e rejeitado pelos grevistas, o Sintego está jogando duro para esvaziar a paralisação – que já dura 15 dias.

Ver mais

Goiás no Ar, da Record, bate os noticiosos da Globo e do SBT no horário das 7 horas da manhã

O noticiário Goiás no Ar, da Record Goiás, vem liderando o Ibope e batendo os programas da TV Anhanguera e da TV Serra Dourada no horário das 7 horas da manhã. No dia 26 de setembro, o noticiário apresentado por Alysson Lima teve uma de suas participações mais altas: 37% dos televisores ligados entre 7h15 e 8h40 estavam assistindo o jornal local da Record.

Ver mais

Marina sugere até a frase que Caiado deve dizer ao se afastar do PSB: “Me dá licença que estou indo embora”

Marina Silva faz ironia com o “inimigo histórico” Ronaldo Caiado e diz que a sua filiação ao PSB muda o quadro dentro do partido. Ela até sugere a frase que Caiado deve dizer ao governador Eduardo Campos ao se afastar do PSB: “Olha, nessa nova configuração que está posta, com a chegada dessa ecochata da Marina, me dá licença que estou indo embora”.

Ver mais

Na Rádio Interativa, logo após informe da Prefeitura ameaçando os professores, Ada Furadan apoia a greve

Enquanto nos intervalos do programa Incêndio era veiculado um informe publicitário da Prefeitura acusando a greve dos professores municipais de ilegal e prometendo sanções, uma professora que foi conhecer a personagem Ada Furadan (foto) começa a conversar com a turma, que reforça apoio à invasão do plenário da Câmara de Vereadores e ao movimento.

Ver mais

Professores grevistas ocupam as redes sociais com campanha chamando o Sintego de “pelego”

Além de ocupar o plenário da Câmara de Vereadores, os professores municipais de Goiânia, em greve, “ocupam” também as redes sociais para defender o movimento. No Facebook e no Twitter, centenas de mensagens e banners acusam o Sintego de ser um “sindicato pelego” e de trair os trabalhadores da sua base, no caso os professores da Prefeitura de Goiânia.

Ver mais

Marina Silva diz que Caiado é “inimigo histórico” e espera que “vá logo para a candidatura de Aécio”

Com o novo ambiente criado pela filiação da ex-senadora Marina Silva ao PSB, não há mais “lugar para um inimigo histórico dos trabalhadores rurais, das comunidades indígenas e para quem articulou a derrota do Código Floresta”. É com esses termos, duros, que Marina se refere explicitamente ao deputado e líder ruralista Ronaldo Caiado, em entrevista ao jornal O Globo.

Ver mais