Mais Afonso Lopes sobre os 2 primeiros meses de Iris: “Há uma distância enorme entre o que o candidato disse que faria e o que o gestor tem feito”

Para o traquejado comentarista político Afonso Lopes, que escreve no Jornal Opção, os primeiros 2 meses de Iris Rezende na prefeitura não foram apenas decepcionantes, mas tão ruins que podem comprometer de forma irreversível a imagem do prefeito Iris Rezende.

“Na campanha eleitoral, ainda quente na memória do eleitor, Iris prometia resolver todos os problemas imediatamente e, não apenas, mas também botar as máquinas para funcionar. É óbvio que esse exagero deve ser creditado à disputa eleitoral. Ninguém ganha eleição ‘vendendo’ imagem negativa, de dificuldades e falta de soluções. Mas a promessa de chegar na prefeitura com uma varinha de condão ficou impregnada”, lembra Afonso Lopes, acrescentando:

“As promessas de Iris seriam facilmente esquecida se a população percebesse ações mais vigorosas na correção dos equivocados rumos administrativos que levaram à essa situação complicada. Como a impressão é de cansaço, a cobrança é maior e imediata”, escreve o jornalista, acrescentando:

“Além desse fato, a imagem da Prefeitura e particularmente do administrador Iris Rezende entrou em rota muito perigosa. Sem reação, sem ação e sem correção, fatalmente essa imagem negativa acabará se cristalizando, e aí o dano será permanente. Uma coisa é enfrentar fases de mau humor do eleitorado diante de problemas conjunturais. Outra, bem diferente e mais grave, é frustrar geral e estruturalmente. E é exatamente esse segundo cenário que está surgindo e se consolidando aos poucos”.