Reportagem da Folha de S. Paulo diz que Marconi será presidente do PSDB nacional

O governador de Goiás, Marconi Perillo, está cada vez mais consolidado como próximo presidente do PSDB nacional. É o que diz reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira.

O texto da Folha aborda a queda-de-braço entre o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito de São Paulo, João Doria, pelo apoio do tucanato na eleição para Presidência da República. Afirma, com já havia dito em análises anteriores, que Marconi é a pedra angular do partido, porque goza de boa relação com os dois líderes paulistas.

Tanto Alckmin, quanto Doria confiam que Marconi será impecável como juiz na escolha do candidato do PSDB ao Palácio do Planalto em 2018. Confiança conquistada a muito custo, depois de anos de militância partidária e de quatro mandatos como governador, que o alçaram à condição de um dos players mais importantes da política nacional.

A reportagem desta quarta trata, de forma mais específica, da preferência do prefeito de Salvador, ACM Neto, por Doria. O prefeito, que é o principal ativo político do DEM, entende que Alckmin é um candidato “pesado demais” para ser vendido no Nordeste em uma eventual disputa com Lula.